sábado, 4 de abril de 2009

ESCOLA DOMINICAL-SUBSÍDIO LIÇÃO 1: 2º TRIMESTRE 2009

CORINTO: Uma igreja Fervorosa, mas não espiritual.
Estaremos neste trimestre estudando a 1ª carta do apóstolo Paulo dirigida a igreja de Corinto.
"Os problemas da Igreja e suas soluções". Sem sombra de dúvida toda Igreja tem problema pelo simples fato de na Igreja existirem pessoas, e onde há pessoas, existem problemas!Não obstante às cartas de Paulo ter um caráter circunstancial (dirigidas especificamente as igrejas da época)são perfeitamente aplicáveis a nossa vida cristã hodierna, porque passaram-se os anos e os mesmos problemas que a Igreja de Corinto enfrentava enfrentamos hoje também. Vejamos:
*Em Corinto havia dissensões(divergência de opiniões)- 1 Co 1.10 - Hoje também existe.
*Em Corinto havia contendas ( combate, guerra )- 1 Co 1.11 - Hoje também existe.
*Em Corinto havia divisão (...sou de Paulo, de Ápolo, de Cefas) 1 Co 1.12 - Hoje também existe.
*Em Corinto havia carnalidade. 1 Co 3.1 - Hoje também existe.
*Em Corinto havia fornicação ( relações sexuais ilícitas)- 1 Co 5.1 - Hoje também existe.
MAS em Corinto havia também o poder de Deus! 1 Co 1.7 - Hoje também existe!
ver Hb 13.8
TEXTO ÁUREO: "E eu, irmãos, não vos pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a meninos em Cristo" ( 1 Co 3. 1 )
Paulo usa nos versículos 1 e 3 os termos gregos: sarkino (v.1) e sarkiko (v.3) derivados de "sarx"(CARNE) se referindo no primeiro caso à carne literal e no segundo à carne física!
Paulo queria dizer que os crentes de Corinto não tinham condições de reagir espiritualmente, pois ainda eram crianças espirituais, ou seja não poderia se aprofundar nos assuntos espirituais,mas passo à passo eles iriam entender, como etapas de aprendizado das crianças: Aprender à falar, aprender a andar, aprender a ler e escrever, etc..
VERDADE PRÁTICA: Uma igreja espiritualmente sadia é aquela em que o viver e o agir de seus membros são equilibrados pelo Espírito e pela Palavra de Deus.
O equilibrio se mantém sobre um apoio, sem se inclinar para nenhum lado. A Igreja não pode em hipótese alguma desprezar o poder de Deus em seu meio, mas por outro lado tudo tem que ter por base a Palavra de Deus, para que os dons e o agir de Deus não seja banalizado. Em um culto deve haver Batismo com o Espírito Santo, manifestação dos dons espirituais, libertação de opressão demoníaca, mas a Palavra de Deus sempre será a prioridade em um culto à Deus!
ver 1 Co 12.4-11
1. O CONTEXTO DA ÉPOCA
*A Cidade:
Corinto era a cidade mais importante da Grécia, capital da Acaia, província Romana, quarta cidade do Império Romano em tamanho. Possuia uma posição geográfica estratégica, tornando-se a rota mais importante do império, no sentido leste-oeste. Destacava-se no comércio, na cultura e na corrupção. Em corinto havia um templo dedicado ao culto de Afrodite,"deusa" do amor. Nesse templo existia mil prostitutas cultuais que atraiam adoradores do mundo todo, era o centro de adoração a Vênus e de algumas religiões de mistério do Egito e da Ásia. Foi destruída pelos Romanos em 146 a. C e reconstruída em 46 d.C. Ali a Apóstolo Paulo fundou uma igreja ( At 18.1-18 ).
*A Igreja:
Paulo após um ano e meio em Corinto partiu para Éfeso, deixando uma igreja muito bem dotada de coisas espirituais - ver 1 Co 1.4-7, mas extremamente tentada pela sabedoria mundana e a perversidade da própria cidade.
A igreja foi formada por poucos judeus e muitos gentios. Aos poucos a Igreja começou a ficar dividida, e nela havia questões de doutrinas a respeito da vida cristã.
2. O FERVOR RELIGIOSO E A ESPIRITUALIDADE
Em primeiro lugar vejamos o que é fervor religioso e o que é espiritualidade. É possível alguém ser fervoroso sem ser espiritual?
*Fervoroso: que tem fervor, ardor, ímpeto, agitação.
*Espiritualidade: qualidade do que é espiritual, relativo ao espírito.
" Nem tudo que reluz é ouro"... pelos seus frutos os conhecereis. ( Mt 7.20 ). Paulo deixa claro em sua epístola que os crentes de Corinto eram santos, mas não viviam como santos! ver todo o cap. 1 de 1 Coríntios.
a.Eram fervorozos, porque buscavam à Deus.
Ora, se nenhum um dom faltava à Igreja de Corinto, é porque de alguma forma eles buscaram, porque Deus não dá nada a ninguém que não busca! ver Tg 1.5 - 1 Jo 5.14 - Jo 11.22 -
Lc 11.13
b. Não eram espirituais, porque não viviam o que pregavam.
Deus não tira o dom que concede à alguém. ver Rm 11.29. No entanto de nada adianta buscarmos de Deus, recebermos, sem no entanto proseguir com o que de Deus recebemos, a vida cristã é uma continuidade. Ver Lv 6.13
*O fervor é a busca e a espiritualidade é prática daquilo que se buscou e recebeu de Deus!
3. A MISSÃO DISCIPULADORA DA IGREJA
Quantidade e qualidade.
Um dos maiores desafios da igreja é ganhar almas para Cristo e discipular estas almas para que não se corrompam e tenham um crescimento espiritual sadio!
Paulo gostaria de ver o crescimento físico da igreja, no entanto ele enfatiza a preocupação do crescimento espiritual . ver o capítulo 3 de 1 Coríntios.
Deus abençoe à todos os professores, boa-aula
Ev. Rodrigo Alves

2 comentários:

Alessandro disse...

Olá!

Estou aproveitando este espaço para divulgar o blog "Salvos Pelo Amor!"

Não deixem de conferir!

Abraços.

http://salvospeloamor.blogspot.com/

Rodrigo Alves disse...

Ok Alessandro, Deus te abençoe e te dê graça, muito obrigado! Nota 10 o teu blog